Como vender mais com influenciadores digitais

7 de maio de 2018

Você já pensou sobre como um digital influencer pode ajudar sua empresa a vender mais? Apesar do marketing de influência ser um tema em alta, nem sempre é tão fácil enxergar o real papel que um digital influencer tem no processo de decisão de compra de uma marca.

Por existirem diversos tipos de influenciadores por aí, o melhor a ser feito é entender qual deles melhor se encaixa na sua estratégia. Será que é mais importante olhar para o alcance do perfil, que é traduzido em número de seguidores, ou para o engajamento?

Cada influencer tem um “superpoder” e é nele que está o segredo para conquistar novos clientes.

 

#DEFINA SUA ESTRATÉGIA

Uma boa estratégia de marketing de influência faz toda a diferença

Como qualquer outra estratégia de marketing, o trabalho com influenciadores também requer planejamento. É fundamental ter em mente quais os objetivos que devem ser atingidos, quais os meios de consegui-los e como medir o sucesso da ação.

Provavelmente você já se deparou com o conceito de funil de vendas e no como ele funciona. Como cada etapa do funil abraça um grupo de pessoas com necessidades e anseios diferentes, o processo de escolha do influencer ideal acaba, inevitavelmente, passando por ele.

A ideia, no final das contas, é simples. Se você está buscando pulverizar sua marca ou produto para o maior número de pessoas e torná-las conhecidas, você está procurando por alcance. Caso esteja procurando falar do seu produto e ter um especialista tirando as dúvidas do seu público, você está procurando por engajamento.

Entretanto, além de alcance e engajamento, também deve-se levar em conta qual é a relevância que o influenciador tem em cima do seu produto.

#ALCANCE

Dentro do mundo do marketing digital existe uma porção de métricas. Entretanto, a métrica que dita a quantidade de pessoas que suas ações vão atingir é o alcance. Olhando com os olhos do marketing de influência, isso pode ser traduzido em quantidade de seguidores que os digital influencers têm.

Apesar de simplista, é fácil de se obter os números. Pense só: você contratou um influencer cuja audiência é de 5 milhões de seguidores – logo, seu alcance pode ser de até 5 milhões de pessoas.

Entretanto, é importante levar em conta que as plataformas de mídias sociais, como Instagram e Facebook, têm algoritmos próprios que acabam limitando o real alcance de um perfil. Na prática, isso significa que as 5 milhões de pessoas que podem ser alcançadas no nosso perfil de exemplo dificilmente serão, de fato, alcançadas.

#ENGAJAMENTO

Diferentemente do alcance, a taxa de engajamento é calculada não apenas com relação ao número de seguidores de um perfil, mas também com relação às interações. O engajamento remete à proporção dos seguidores que tiveram alguma interação (curtidas ou comentários) com o conteúdo publicado em relação ao número de pessoas alcançadas.

Uma fórmula simples para mensurar a porcentagem final é a seguinte:

É importante lembrar que essa fórmula é utilizada para calcular o engajamento de um único post, para calcular o engajamento médio de um perfil, uma boa aproximação é somar o engajamento dos últimos 30 dias e dividir pelo número de posts.

Essa taxa, muito além de representar um número, expressa a qualidade do conteúdo e o quanto e como a audiência do influenciador interage. No final das contas, o engajamento mostra quem realmente foi impactado pelo conteúdo.

#RELEVÂNCIA

De maneira fácil, a relevância remete ao quão importante determinado perfil é para um nicho/segmento.

Com isso, podemos falar que a relevância não torna um perfil melhor ou pior do que o outro, mas sim indica que um perfil é mais/menos interessante para uma estratégia de marketing de influência.

Para ilustrar a situação, basta pensar na seguinte situação: um influenciador de jogos online é muito mais relevante para uma campanha de games ou periféricos do que seria para uma ação de um nicho que envolva viagens, por exemplo. Isso não o torna pior do que alguém desse nicho, apenas o torna menos relevante.

#CONCLUSÃO

Como vender mais com influenciadores

A resposta final para essa pergunta é: depende de qual etapa do funil de vendas você quer fortalecer. De acordo com uma pesquisa recente realizada pela Squid, é possível notar que quanto maior o número de seguidores de um perfil, menor o engajamento.

Com esse resultado, pode-se concluir que:

  • Se você está querendo fortalecer o topo do funil de vendas, mirando um público grande e variado, influenciadores com muitos seguidores são ideais, já que possuem grande alcance;
  • Se você está querendo fortalecer a visão em cima do seu produto e valorizar o engajamento com foco em um segmento específico, reforçando o fundo do funil de vendas, o ideal é optar por microinfluenciadores.

O que vai dizer, portanto, qual tipo de influenciador ideal para sua ação de marketing é em qual momento que sua estratégia e seu funil de vendas está, como pode ser visto no infográfico abaixo.

Comentários

Novo Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *