Blog

Pedro Berbes
05.10.2018

YoupixCon 2018: confira o que rolou no evento

Na última segunda-feira estivemos pela segunda vez consecutiva no Youpix Con, um dos maiores eventos do Brasil sobre o universo dos creators. Além de marcarmos presença com o nosso estande (que, modéstia à parte, ficou lindão), dessa vez participamos também como palestrantes! A Isa Ventura, nossa CEO, mediou o painel: “Influenciador: como lidar?”. Além dos 4 palcos habituais do evento – Keynote Stage, How To Stage, Creator Talks e ViU HUB, este ano a estrutura também contava com a Business Track: uma trilha dividida em 2 salas voltadas à educação e a oportunidades de negócios, com Workshops, Mentoria Coletiva e Speed Dating com marcas. Proporcionando uma ótima integração entre creators e marcas, estimulando reflexões fundamentais para o segmento de influência e trazendo novos conceitos sobre como se fazer conteúdo de alta qualidade, o Youpix Con terminou despertando vários insights. E, pensando em levar esse debate para frente e dar continuidade para essas conversas tão importantes, contamos sobre alguns dos painéis que acompanhamos por lá! Olha só: Influenciador: como lidar? (Isa Ventura, Eduardo Zanelato, Mayumi Sato e Rodrigo Soriano) O painel mediado pela Isa Ventura, nossa CEO e cofundadora da TEAR, levantou reflexões com outros três profissionais-chave na indústria da influência: Eduardo Zanelato, diretor de novos negócios e cultura da Mutato; Mayumi Sato, diretora de marketing do Sexlog; e Rodrigo Soriano, CEO da Airfluencers. A conversa correu mencionando pontos relevantes sobre os principais desafios na produção de conteúdo, como a escassez de formatos criativos e diferenciados; o volume de perfis que falam sobre os mesmos assuntos com perspectivas extremamente parecidas e

Pedro Berbes
04.10.2018

Digitalks 2018: confira o que rolou no evento

Neste ano participamos pela segunda vez consecutiva do Expo Fórum Digitalks, o principal evento de negócios digitais do Brasil. Dividimos o espaço com diversas empresas e acompanhamos algumas conversas que aconteceram durante os dois dias de encontro. O Digitalks é aquele formato de evento em que muitas coisas acontecem ao mesmo tempo. Muito conhecimento, muito conteúdo, muita informação, muitas pessoas e palestras. Acompanhamos alguns debates e compartilhamos aqui os pontos que achamos mais interessantes. Zeitgeist 2018: o impacto da tecnologia na vida das pessoas segundo os pensadores contemporâneos – (Ari Meneguini) O painel buscou explorar o impacto da tecnologia na vida das pessoas sob a ótica das transformações sociais e quebras de paradigmas de sociedade. Com diversos dados sobre como os comportamentos mudaram, o palestrante Ari Meneguini, que é historiador certificado pela USP, explicou que o Zeitgeist é como o “espírito do tempo”, sendo um conjunto de disposições intelectuais e culturais de uma época, paradigmas que orientam a mentalidade da sociedade num período específico. As mudanças sociais as quais vivemos nas últimas décadas do século XX e a entrada no século XXI impactaram tanto positivamente quanto negativamente nosso convívio social. Atualmente, as gerações mais novas, como a Y e a Z, buscam avidamente por propósito e têm de lidar com um volume sobre-humano de informações. E, consequentemente, essa realidade reflete no dia a dia dessas gerações. É interessante fazer um paralelo entre o momento social no qual vivemos e a forma como os influenciadores digitais, youtubers e criadores de conteúdo têm lidado com o burnout, com haters, com a linha

Pedro Berbes
27.09.2018

Gamificação na Black Friday: estratégia de marketing de influência que dá certo

A Black Friday acontece daqui a dois meses, mas as empresas se preparam bem antes para esta data para fazer as ofertas mais interessantes para o seu público. O comércio eletrônico é um dos que mais se aproveitam da data – inclusive, a previsão é de que em 2018, o e-commerce brasileiro cresça 15% com relação ao ano passado, registrando faturamento de R$ 69 bilhões, de acordo com dados são da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). E como o marketing de influência pode ajudar a sua marca nesse período? Preparamos um infográfico para te ajudar a desenvolver uma estratégia matadora e que leva em consideração uma ferramenta que é muito utilizada nesse sentido: o Gamification, também chamado de Gamificação. Por meio de gamificação, é possível não apenas manter influenciadores engajados na estratégia da marca, mas também ter ofertas atrativas para os seguidores desses criadores de conteúdo, o que resulta em um ganha-ganha para todos os lados e no aumento de conversões durante a data. Confira.

Pedro Berbes
16.08.2018

Como ser um criador de conteúdo?

A história do conteúdo é muito mais antiga do que se parece. Em 1996, Bill Gates, fundador da gigante Microsoft, publicou um artigo cujo título é “Content is King”, ou Conteúdo é Rei, em tradução livre. Apesar de, à época, a produção de conteúdo não ser tão relevante e não se passar de uma previsão, podemos dizer que hoje ela é uma realidade inquestionável. Talvez você se pergunte como uma previsão de mais de 20 anos tenha se tornado tão real e a resposta é simples: Internet. Bem como a televisão, a Internet se difundiu, tornando-se um meio de comunicação em massa, capaz de interligar pessoas em diferentes partes do mundo. Porém, diferentemente da TV, a web proporcionou uma experiência que até então era inédita: a interatividade. E interatividade é uma das principais características que impulsionaram o surgimento de influenciadores que antes de tudo, são criadores de conteúdo. #A era do conteúdo Como previsto por Gates, estamos na era do conteúdo e ele de fato é rei. As empresas utilizam blogs para atrair novos leitores, as marcas utilizam conteúdos veiculados pela televisão e por influenciadores para ganhar visibilidade, os influenciadores criam conteúdo em diversos lugares para difundir suas ideias e por aí vai. Tá, mas o que tudo isso tem a ver com “ser creator”? Tudo. Se você quer fazer parte da categoria “criador de conteúdo”, tenha em mente que há todo um trabalho por trás disso. Antes de ser um creator é fundamental pensar que quem cria o conteúdo também faz a curadoria do que será feito, como será

Pedro Berbes
17.07.2018

Conta Business: passo a passo para reivindicar sua página no Facebook

Como reivindicar uma página do Facebook? Olá, tudo bem? Bem-vindx ao nosso tutorial. Queremos te ajudar a vincular sua página do Facebook à sua conta Business no Instagram. #Por que é importante Você deve saber que o Facebook fez algumas mudanças na sua API do Instagram. Isso significa que tivemos que fazer algumas adaptações e é por isso que precisamos que a sua conta Business no Insta esteja vinculada com o seu Facebook. Durante o processo para tornar a sua conta Business, é possível pular a etapa para vincular uma página do Facebook. Mas quando você opta por pular essa etapa, não conseguimos obter as informações do seu perfil mesmo ele sendo Business. Ao participar de uma campanha com a Squid, conseguir monitorar os conteúdos produzidos por você é uma das etapas mais importantes – e sem esse vínculo com o Facebook não conseguimos completar essa task. Por padrão, o Facebook cria automaticamente uma página para fazer a gestão das informações dos insights. Como a página já existe, tudo o que você precisa fazer é reivindicá-la. Para isso, é só seguir o nosso passo a passo. Não se preocupe! O processo é bem rápido e vamos te explicar tim-tim por tim-tim… Tudo pronto? Então, vamos começar… #Passo 1 No Instagram, acesse as configurações. Agora, dentro das “opções de conta business”, você verá disponível a opção “Reivindicar Página do Facebook”: #Passo 2 Ao clicar em “Reivindicar Página”, aparecerá a seguinte mensagem, afirmando que a página para a sua conta comercial foi criada e que ela será Reivindica para o seu perfil. Clique em

Pedro Berbes
05.07.2018

Starter Pack: o guia completo para o criador de conteúdo iniciante

Desde o início do ano produzimos diversos conteúdos básicos sobre pontos de atenção que todo criador de conteúdo deve ter em mente a partir do momento em que passa a ganhar relevância com seu público. Esse é um momento estratégico em que uma verdadeira virada de chave acontece: você começa a entender que a produção de conteúdo não é mais um simples hobby e, sim, uma oportunidade de atuação profissional. Afinal, existe um tempo e esforço dedicados ali e nada mais justo que eles gerem retorno de alguma forma. Nós entendemos e valorizamos todo o trabalho envolvido em gerenciar conteúdo e comunidade e por isso buscamos apresentar ferramentas importantes para o auxílio dessa profissão, justamente para que você como influenciador/a, seja Squider ou não, consiga oferecer um trabalho cada vez mais profissional e completo. Sabendo dessa necessidade em oferecer um serviço qualidade, ainda mais com tanta concorrência no segmento, nós listamos aqui algumas dicas sobre o que todo influenciador deve saber! Ou seja, o basicão das redes, do conteúdo, do básico mesmo.   #Seu conteúdo é o seu diferencial Muito já falamos sobre o quanto seu conteúdo é importante, afinal, seu canal ou perfil depende dele e é seu conteúdo que sua própria audiência curte consumir, não é mesmo? Sabendo disso, vale entender o quanto você se dedica para criar conteúdos diversificados, que tragam informações relevantes para seu público e o melhor: com a sua carinha. Nós falamos sobre os 5 C’s da produção de conteúdo aqui no blog e também no nosso Youtube, olha só: https://youtu.be/owWSaRMa4dc   Seu discurso, os temas