Blog

Pedro Berbes
12.01.2018

4 motivos para usar conteúdo gerado por usuários na comunicação da marca

Marcas que sabem como aproveitar o conteúdo gerado por usuários estão vendo resultados: as taxas de conversão online aumentam 2x quando marcas utilizam fotos de clientes. Por que este tipo de conteúdo visual funciona? Porque seus clientes preferem confiar em pessoas reais do que em qualquer outro tipo de conteúdo produzido. Duvida? Resolvemos listar 4 motivos para te mostrar porque é interessante incorporar conteúdos que seus próprios clientes produzem na divulgação da sua marca. #1 CONFIANÇA Conteúdos criados por clientes passam mais confiança Quando um cliente posta uma foto depois de uma compra de seu produto, é um review visual de cinco estrelas de sua marca. Para alcançar todo o potencial das fotos de seus clientes, é preciso coletar o conteúdo gerado pelos apaixonados por sua marca. A mídia social é o novo boca a boca e consumidores são muito mais propensos a confiar em conteúdos visuais de pessoas que conhecem do que qualquer outra forma de publicidade. #2 RELACIONAMENTO É tudo uma questão de relacionamento Não é apenas “coletar os conteúdos” nas redes sociais – é sobre a comunidade que sua marca está construindo em torno de seus produtos e serviços. Ao coletar e publicar fotos de clientes, você cria um diálogo com fãs. Essa forma de construção de marca estimula envolvimento, lealdade e divulgação social. Segundo pesquisa da Ogilvy, 80% das impressões de uma campanha de marketing vêm de seu alcance social. Isso significa que existe ROI ao incentivar clientes a conversar e postar sobre sua marca. #3 ENGAJAMENTO Conteúdos de clientes trazem engajamento Se seus clientes enxergam seu conteúdo visual como atraente, eles são mais propensos a se conectar com sua empresa online

Pedro Berbes

YouPix Con 2017: veja o que aconteceu no evento

Nessa semana rolou o YouPix Con 2017! Já ouviu falar? Ou melhor: você conhece o YouPix? Bom, vamos por partes. O YouPix é uma empresa que tem o objetivo de educar e desenvolver o mercado de marketing de influência e da criação de conteúdo, com foco em profissionalizar creators. Eles possuem várias iniciativas como: conteúdos exclusivos, pesquisas, cursos e, claro, um grande evento. Este ano, o YouPix Con aconteceu no dia 25 de setembro e contou com diversos conteúdos e profissionais do mercado debatendo um dos temas mais quentes de 2017: o marketing de influência. Participar de um evento como esse é muito importante, pois o marketing de influência já é uma realidade no Brasil e é fundamental que todos os stakeholders tenham interesse e tomem iniciativas para educar esse mercado, não acha? E claro que a Squid marcou presença! Fomos patrocinadores do evento e participamos de painéis importantes, sempre com a motivação de ajudar os micro influenciadores, marcas e agências a trabalharem cada vez com mais profissionalismo e eficiência. Não à toa. Nesses 3 anos de existência da Squid, registramos mais de 250 campanhas lançadas com a ajuda de mais de  de 5 mil micro influenciadores e erramos e aprendemos muito! E foi exatamente por isso que chegamos até aqui. Esse assunto virou até a motivação de um artigo que foi divulgado pela Adnews sobre os 5 aprendizados que tivemos, escrito pelo meu sócio Felipe. Ok, mas vamos voltar ao YouPix Con. Baita evento! Muitos creators, marcas, agências e tecnologias discutindo o crescimento desse mercado em diversos painéis e palestras, compartilhando os aprendizados de cada um. Participei do painel Jobs & Jabás: Uma DR

Pedro Berbes

O atendimento ao cliente e o impacto dos influenciadores

Apesar de sempre falarmos de influenciadores e do como eles impactam a sua marca, é também importante tratarmos diretamente do como seu atendimento pode impactar essas pessoas e, consequentemente, sua empresa. Por isso, convidamos o Albert Deweik, CEO da NeoAssist, para falar um pouco da relação influenciadores e atendimento. — Que o impacto dos influenciadores pode mexer com a imagem da sua marca é fato. Afinal, com alguns toques em uma tela, qualquer pessoa consegue expor o que pensa, seja para uma grande audiência ou para algum amigo próximo. É por isso que eu te pergunto: você já pensou qual é a importância de utilizá-los ao seu favor? Vamos começar citando um exemplo simples: uma pessoa é má atendida pela sua empresa e, de um dia para o outro, você recebe uma enxurrada de críticas negativas nas mídias sociais. Se uma pessoa “comum” tem esse potencial destrutivo, imagine só o impacto dos influenciadores digitais. Aposto que você já ouviu falar da Judite Em algum momento alguém já deve ter mostrado para você um vídeo que retrata um caso cotidiano: um mau atendimento ao consumidor. A estrela do vídeo? Fábio Porchat. E olha que naquela época ele nem tinha o alcance que tem hoje. Mesmo assim o vídeo alcançou a marca de 18 milhões de exibições. Não dá para dizer que o Fábio Porchat foi o responsável por fazer várias empresas se preocuparem com relação ao atendimento, mas podemos dizer que a sua influência impulsionou muita gente a defender melhor seus direitos – e exigir um atendimento melhor. É justamente por isso que o conteúdo gerou um impacto surpreendente.

Pedro Berbes

5 dicas para ter uma ótima bio no Instagram (e atrair seguidores)

Você já entrou em um perfil do Instagram e pensou “Nossa! Super me identifiquei com essa pessoa” e passou a segui-la imediatamente? Pois é, isso também já aconteceu comigo. Às vezes, algum perfil possui uma bio no Instagram tão boa que você nem precisa olhar as fotos para saber se vale a pena segui-lo. Mas, como essa pessoa conseguiu escrever uma apresentação assim? Separamos 5 dicas para te ajudar a elaborar uma melhor bio no Instagram (e que, consequentemente, vai atrair mais seguidores).   #1 NOME Coloque seu nome real O primeiro passo para criar uma boa bio do Instagram é garantir que seu nome seja, de fato, seu nome. Basicamente, o que queremos dizer com isso é que o campo “nome” do seu perfil não é o seu username. Pessoas que procurarem você no Instagram irão muito provavelmente procurar pelo seu nome real ou o nome da sua empresa, e a consistência permite que outros usuários saibam se o perfil que estão vendo é realmente seu e não de um impostor. Isso parece meio óbvio, mas tem uma razão para tal. Nessa rede social, os únicos campos que são levados em consideração pelo campo de busca são “nome” e “username”. Então, é importante que o nome que você utiliza na sua bio no Instagram seja aquele que seus seguidores e espectadores estão procurando. Mas isso não significa que você não possa mudar um pouco as coisas! Se você tem uma especialidade ou nicho, ou é conhecido por algo em particular, você pode colocar esse detalhe no seu nome também. #2 IDENTIDADE Sua foto e texto da bio Se você é

Pedro Berbes

10 dicas para conseguir mais seguidores no Instagram

Quer conseguir mais seguidores no Instagram? Essa, por certo, não é uma tarefa fácil – e é almejado por muitos. Com mais de 700 milhões de usuários ativos por mês, o Instagram acabou se tornando um ótimo meio de divulgação de conteúdo, networking e uma ferramenta muito poderosa para a criação de audiência para indivíduos e marcas. É um dos sites de networking social mais populares no planeta, com mais de 60 milhões de imagens sendo compartilhadas e  1,6 bilhões de likes por dia. E o quão relevante é isso? As taxas de engajamento na maior parte das redes sociais são menores do que 0,1%, mas o Instagram deixa todas as redes comendo poeira. Um estudo recente afirmou que o engajamento médio das postagens de marcas no Instagram é 58 vezes maior do que no Facebook. “Interação de usuários com posts de marcas em uma porcentagem dos seguidores e fãs” Se você não está trabalhando ativamente para conseguir mais seguidores no Instagram, você pode estar perdendo uma base de fãs que querem engajar com seu conteúdo e aprender mais. Não existe uma fórmula mágica para conseguir mais seguidores no Instagram. Claro que existem vários serviços na Internet que vão incrementar sua base de seguidores usando atalhos suspeitos, como a compra de seguidores, e usando bots – mas qual o sentido? O seu objetivo deve ser se conectar com pessoas reais, que serão apaixonadas pelo seu conteúdo e nicho de atuação, para que elas interajam e desenvolvam uma conexão contínua – e bot nenhum consegue fazer isso. Você precisa descobrir como se conectar com as pessoas reais que constroem sua audiência ideal, e criar um conteúdo poderoso para que você aumente sua base de seguidores de forma significativa, com resultados reais. Nesse guia, vamos detalhar como conseguir isso – mas todas

Pedro Berbes
11.01.2018

Os 5 C’s da criação de conteúdo

O ano de 2016 foi particularmente interessante para o Instagram. Com a estratégia de agregar novas ferramentas à plataforma (como Stories, Live e álbum de fotos que permite adicionar diversas imagens em um único post), o app conseguiu conquistar o coração de usuários e, consequentemente, de empresas (que sempre vão atrás de seus clientes). Com isso, a base de cadastrados na plataforma aumentou consideravelmente. Para se ter uma ideia do quanto a rede social cresceu, em setembro passado o Instagram bateu a marca de 800 milhões de usuários no mundo, sendo que 500 milhões deles utilizam a plataforma diariamente, de acordo com informações divulgadas pelo próprio Instagram. Outro dado interessante compartilhado pela empresa: em um ano de Stories, o número de usuários que utilizam a ferramenta diariamente chegou a 300 milhões. Além disso, o alcance da rede social é grande: 80% dos usuários vivem fora dos Estados Unidos. Todos esses números atraíram marcas e a quantidade de perfis corporativos no Instagram chegou a 8 milhões em março de 2017, sendo mais de 1 milhão de anunciantes ativos. Os próximos anos prometem ser ainda melhores e, se você quiser aproveitar essa onda, gerar um conteúdo relevante no Instagram é essencial. Para isso, listamos os chamados “C’s da criação de conteúdo”, que podem ajudar você a aplicar essas técnicas na sua maneira própria de criar. Claro que você não precisa seguir as dicas à risca, mas quem sabe elas te ajudam a melhorar ainda mais o que você já produz na rede social. https://youtu.be/owWSaRMa4dc #1 CLARIDADE Qual é a sua história? Claridade remete diretamente à pergunta “Por quê?” para