Com o fim dos likes, como mensurar o impacto das campanhas?

17 de Dezembro de 2019

Calma, nem só de likes vivem as redes sociais! Há diversas formas de analisar os impactos das campanhas online e vamos mostrá-las a seguir

Você já deve ter sentido a diferença de não visualizar mais os conhecidos e desejados likes ao medir o impacto de um conteúdo nas redes sociais. O desaparecimento do número de curtidas, reações e comentários já é uma realidade nas mídias digitais. Com isso, como podemos analisar o resultado das campanhas que criamos nas redes sociais?

Por muito tempo, os likes foram a principal forma de avaliar o sucesso ou o fracasso de um conteúdo. Mas, depois de alguns anos percebendo seus efeitos na sociedade, algumas redes optaram por ocultar a visualização dos números para os usuários. Com isso, outras métricas deverão ser utilizadas para medir o alcance e a eficiência da comunicação produzida.

Vamos conferir agora quais são as outras métricas que nos mostram se a campanha está avançando como queremos ou não.

1. Antes de tudo: planejamento!

Planejar e organizar as ações realizadas nas redes sociais são estratégias-chave para estabelecer um crescimento sustentável. Todo conteúdo fornece diversas informações e é extremamente importante reunir esses dados para planejar as ações! Eles servem como uma espécie de mapa que nos guia pelo caminho consideravelmente complexo das redes sociais. 

Outro ponto crucial é definir quais são os objetivos e procurar a melhor forma de alcançá-los. Só depois de definir exatamente a meta é que podemos traçar um caminho até ela. 

2. Medindo o impacto das campanhas sem likes

É importante sempre checar os dados das publicações em diferentes frentes. Número de acessos, conversões (quando o usuário realiza a ação que você quer, como baixar um aplicativo ou visitar o site), engajamento (a interação do usuário além de curtir ou seguir a página) e uso de hashtags, por exemplo, mostram muitas informações não tão óbvias quanto os likes, mas igualmente valiosas.

As próprias redes costumam fornecer, em sua versão para empresas e páginas profissionais, dados bastante detalhados sobre cada publicação. O horário em que ela foi mais vista, por quanto tempo as pessoas visualizaram o conteúdo e se houve interação. É muito importante levar todas essas informações em consideração na hora de criar e planejar novos conteúdos, assim eles atingem de maneira mais assertiva o objetivo definido, aumentando a possibilidade de bons resultados. 

3. Teste!

Ao longo do tempo, é possível e necessário realizar testes com as campanhas realizadas, para verificar qual abordagem é melhor recebida pelo público, obtendo resultados satisfatórios. Diferenças de horário e de linguagem, por exemplo, dão indicações sobre as características do público-alvo, e com elas podemos planejar e organizar melhor as futuras ações, obtendo mais êxito no que fizermos. 

Há plataformas criadas especificamente para esse gerenciamento de ações nas redes sociais que facilitam o trabalho que deve ser feito para alcançarmos as nossas metas. Faz parte testar e experimentar para comparar resultados e definir qual é a melhor abordagem. Teste e compare periodicamente as suas publicações! Isso facilitará o controle e a criação do conteúdo. 

Cada rede social tem suas próprias métricas, dando preferência para dados específicos, com base no foco que a rede possui. Vale a pena pesquisar cada uma para verificar quais são os dados que ela valoriza, o tipo de conteúdo mais visado, público e linguagem antes de produzir material. Assim, evitamos criar algo que será “escondido” da rede por não seguir o foco daquela mídia social. 

O fim dos likes não é o fim do mundo! Há muitos dados por aí apenas esperando para serem analisados. No marketing de influência, a tecnologia é uma grande aliada da análise de dados. E, como especialista nessa estratégia, a Squid possui uma tecnologia proprietária que permite acessos a informações como likes, comentários e stories, em tempo real. Esses valiosos dados são disponibilizados via plataforma aos nossos clientes. Por isso, aproveite e pesquise, planeje-se e tente – assim, as chances de sucesso serão sempre maiores!

Leia mais:

Comentários

Novo Comentário:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *